• Memórias de uma suburbana "dura" que decidiu morar na Europa

    Memórias de uma suburbana "dura" que decidiu morar na EuropaEm 1992, sob o governo Collor de Mello e uma inflação de 80% ao mês, deixei o Brasil sozinha, sem nenhum contato no exterior e com mil dólares no bolso, para morar e estudar na Europa.

    Alguns anos mais tarde, quando ainda morava na cidade de Lyon, ciceroneei um editor brasileiro que havia ido àquela cidade para participar de uma Feira do Livro. Naquela época, eu ainda era estudante de etnologia, estava envolvida com meus estudos, textos acadêmicos e a descoberta dessa profissão. Por isso não o levei muito a sério quando me sugeriu escrever sobre minha iniciativa de ter deixado o Brasil somente com a cara e a coragem e me instalado por aqui. Não conseguia achar que minha história pessoal pudesse interessar a alguém. Mesmo porque, ela ainda estava sendo construída, não sabia se teria um happy end.

    Muitas águas rolaram desde então. Hoje, na calma dos bucólicos campos alsacianos, lembrei-me da conversa que tive com esse editor e decidi me lançar na escritura de um texto falando de meu percurso. Não tenho nenhuma pretensão além do desejo de compartilhar minha aventura a fim de mostrar que vale a pena acreditar em nossos sonhos. Pois vivi experiências incríveis, encontros maravilhosos e adquiri uma bagagem cultural que não tem preço. É claro que também tive muitos transtornos, mas todos eles me ajudaram a crescer, me fortaleceram, e não me fizeram desistir. O balanço final foi, sem dúvida nenhuma, extremamente positivo.

    Assim, hoje, seguindo as dicas dadas por aquele editor há quase vinte anos, venho contar minha história no livro que intitulei "Memórias de uma suburbana "dura" que deicidiu morar na Europa", com uma ponta de humor e muita sinceridade. Espero que minha narrativa consiga transportar os futuros leitores à cidade do Rio de Janeiro no fim dos anos 1980 onde tudo começou.

    Memórias de uma suburbana "dura" que decidiu morar na Europa

    « Memórias de uma suburbana "dura" que decidiu morar na EuropaL'omniprésente publicité »
    Partager via Gmail Yahoo! Blogmarks